23 de fevereiro de 2010

Quarto Selvagem

Queria eu poder voltar no tempo. Na época em que, aos sábados, fazia uma cabana de colchão e lençóis. Adormecia depois de comer algum lanche que havia preparado especialmente para ser comido ali, dentro da casinha forrada com travesseiros. E imaginava estar em uma floresta. No infinito do quarto dos meus pais eu acampava e nenhuma fera poderia me abalar, pois eles sempre estavam a dois metros de mim.

Um comentário:

Luiz Gomes disse...

Selvageria interior.

Não acalma teu coração meu bom menino.